.

O Município

História do Municipio

A colonização do território do município teve início no final do século XVII e início do XVIII, e está vinculada ao morgado de Porto da Folha. O povoado Curralinho surgiu em 1877, possuía uma escola e ficava às margens do Rio São Francisco. Em 1902, Manuel Pereira se estabeleceu com uma fábrica de descaroçar algodão no arraial Poço de Cima, transferindo-a, logo depois, para uma região a um quilômetro de distância. Outros habitantes foram atraídos para a região, que passou a ser chamada de “Poço Redondo”, pois o local era semicirculado pelo riacho Jacaré. A instalação ocorreu em 1956, quando o então povoado Poço Redondo foi elevado a sede do Município.

Poço Redondo é lembrado pelo lugar onde o Cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, mais conhecido como Lampião, foi morto na Fazenda Angicos, no local conhecido como Grota de Angicos. O Municipio também é conhecido por suas belezas naturais e atrações turísiticas, bem como os povoados ribeirinhos de Curralinho, Bom Sucesso e Cajueiro.

Poço Redondo localiza-se a uma latitude 09º48’18” sul e a uma longitude 37º41’04” oeste, estando a uma altitude de 188 metros. A população estimada em 2004 era de 29 032 habitantes. Possui uma área de 1220,2 km². É neste município que se encontra a nascente do Rio Sergipe. Também é banhado pelas águas do Rio São Francisco, tendo como povoados ribeirinhos, Curralinho, Jacaré, Cajueiro e Bonsucesso, este último tendo como atrativo uma pequena ilhota ao sul no meio ao Rio São Francisco, lá se encontra uma capelinha de oração e também um pequeno cemitério antigo, além disso uma embarcação antiga do tipo Chata pode ser vista naufragada do topo da ilhota onde localiza-se a capela. Nos poucos pontos elevados do Estado acima dos 500 metros, o mais alto de Sergipe encontra-se na Serra Negra, alcançando mais de 742 metros de altitude, na divisa do Município com o Estado da Bahia. Poço Redondo faz divisa com os estados da Bahia e Alagoas, com os município de Canindé do São Francisco, Porto da Folha, Pedro Alexandre e Santa Brígida ambos no estado da Bahia. Há também registro de pinturas rupestres na altura do aglomerado Monte Alegre Velho.