.

Vereadores vão acionar Ministério Público e pedir apoio para ações mais enérgicas da Prefeitura.

publicada em 28/07/2020 22:01 por JESSELANIA ANDREZA SILVA DOS SANTOS SAMPAIO

Os vereadores de Laranjeiras voltaram a criticar a falta de ações da Prefeitura em prevenção e combate ao novo coronavírus. De acordo com os representantes do legislativo, a cobrança vem sendo feita, mas a gestão municipal não está adotando medidas mais enérgicas e, consequentemente, o número de casos e de mortes aumentam de forma considerável. Por isso, o vereador Adriano Carvalho sugeriu denunciar os fatos e pedir apoio ao Ministério Público Estadual (MPE). A decisão foi acatada pelos demais edis.

“Há mais de dois meses estamos cobrando da Prefeitura ações mais enérgicas de prevenção e combate à covid-19, porém a gestão municipal finge que não vê o problema. A consequência é que mais pessoas estão sendo contaminadas e morrendo. Até quando vamos continuar vendo este quadro? É importante que esta casa elabore um ofício denunciando os fatos e pedindo o apoio do MPE. Assim como, a Prefeitura adote algumas medidas, como o toque de recolher, por exemplo”, disse Adriano.

Após o pronunciamento do vereador Adriano Carvalho, o presidente da casa e os demais representantes, manifestaram apoio à sugestão. “É necessário que a Prefeitura adote o toque de recolher e outras medidas de fiscalização em pontos comerciais, o uso de máscaras, álcool em gel e etc. Como essas medidas simples não vêm sendo feitas, vamos sim enviar um ofício ao Ministério Público comunicando os fatos e pedindo apoio ao judiciário”, afirmou Luciano dos Santos.

O vice-presidente da Câmara, Jânio Dias, além de reiterar os discursos dos vereadores Luciano dos Santos e Adriano Carvalho, ressaltou que a população precisa se conscientizar da gravidade da Covid-19. “Muitos laranjeirenses ainda precisam colaborar para reduzir o risco de contaminação, ou seja, é preciso ficar em casa, lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel e adotar outras medidas recomendadas pelas autoridades de saúde. O índice de isolamento é muito baixo aqui no município. Por isso, quero fazer um apelo ao gestor e à população; nos ajudem, pelo amor de Deus”, frisou Jânio Dias.

José Carlos Sizino Franco (JJ), Adelmo Soares Pinto e Brasilina Borges também cobraram mais ações da Prefeitura e a aplicação dos mais de R$ 5 milhões recebidos pela gestão municipal em combate ao novo coronavírus. “Todos nós já sentimos os efeitos da pandemia, desde os mais ricos aos mais pobres. Será que o prefeito Paulão e sua equipe ainda não entenderam que a população precisa de mais ações, de mais testagem, de um hospital que funcione de verdade e uma secretaria de Saúde com gestores mais preparados? Aonde estão sendo gastos os mais de R$ 5 milhões”, enfatizou JJ.

O vereador Adelmo Soares Pinto admitiu que está faltando ações mais enérgicas e aproveitou a sessão para se solidarizar com as famílias das pessoas que perderam a vida por conta da Covid-19. Brasilina Borges disse estar muito triste e afirmou que parece que passou um terremoto em Laranjeiras. “Neste município está faltando remédios, cestas básicas, saneamento básico. Está faltando tudo e parece que passou um terremoto na cidade. Isso me deixa muito triste, por que já pedi melhoria várias vezes e não sou atendida, assim como os demais vereadores”, frisou Brasilina.

 

FONTE: TDantas Comunicação/ASCOM CML.

Compartilhar | Imprimir


Mais Fotos...

4 visualizações